11 mortos e 20 desaparecidos após passagem do furacão Agatha no México

112

Alejando Murat disse, nesta terça-feira, que as pessoas morreram em inundações e deslizamentos de terras, quando o furacão se aproximou na segunda-feira à tarde, numa zona pouco povoada na costa de Oaxaca, no sudoeste do México.

Murat acrescentou que a energia já havia sido restaurada em algumas localidades perto da costa, mas que algumas pontes tinham sido destruídas e os deslizamentos de terra tinham bloqueado várias rodovias.

O Agatha é a tempestade mais forte a atingir o México, em maio, época dos furacões do Pacífico Oriental, de acordo com os registros existentes, indicou Jeff Masters, meteorologista da Yale Climate Connections e fundador da Weather Underground.