O tenente Pedro Aihara, porta-voz dos bombeiros, disse em entrevista à GloboNews, nesta segunda (28), que o resgate deverá cortar o segundo ônibus encontrado na lama para retirar os corpos de dentro. Não há hipótese de retirar o ônibus do local.

O tenente também afirmou que foi encontrado o local onde ficava a pousada. No entanto, com o impacto da lama, a pousada foi removida do lugar e agora só há lama. Estima-se que havia 35 pessoas na pousada.

Quatro equipes estão trabalhando neste quarto dia de buscas em Brumadinho (MG). Há no momento 280 bombeiros. Mobilidade é difícil para os bombeiros, que descrevem o rejeito como “areia movediça”.

Aihara disse que a ajuda israelense é bem-vinda. As ações serão coordenadas pelos bombeiros de MG.

Pontos em Brumadinho continuam sem acesso nesta segunda. O Hospital João XXIII é uma das principais unidades para receber feridos.

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •