O município de Ipirá foi contemplado com uma nova ambulância tipo USB e uma Unidade de Suporte Avançado no dia 1º de dezembro de 2012. Para o prefeito Diomário Sá, as novas ambulâncias irão ajudar a salvar muitas vidas em Ipirá.

“Nossa cidade tem melhorado no quesito saúde, com reformas dos Hospitais, e dos Postos Médico, não foi uma melhora apenas na estrutura, mas nos serviços também. Com a chegada das duas ambulâncias do Samu 192, o atendimento à saúde de Ipirá vai melhorar ainda mais, pois a população terá um socorro imediato, o que evitará a perda da vida em muitos casos”, pontuou Diomário.

Esta ambulância vem gerando despesas para o município sem até então ter prestado nenhum socorro a paciente. A via crucis que estas ambulância tem percorrido entre garagem na avenida Cesar Cabral, fundo de quintal de uma propriedade particular, até chegarem ao pátio do Centro Administrativo de Ipirá de onde saíram, lá se foram cinco anos de penúria. A situação dessas ambulâncias do SAMU de Ipirá ganhou destaque nos principais veículos de imprensa do estado.

Enquanto Ipirá, com uma população de aproximadamente 70 mil habitantes não conseguiu sequer ativar o serviço da SAMU, o município de Mairi com pouco mais de 20 mil habitantes, implantou a base da SAMU desde setembro de 2013, data em que o serviço foi ativado naquela cidade.

Quando o prefeito da época Diomário Sá falou sobre Hospitais e Postos Médicos, vale ressaltar que por motivo de falecimento, a população de Ipirá perdeu grandes médicos e que até nos dias atuais todos sentem falta destes profissionais que tando se dedicaram à Saúde desta população, a exemplo de: Roberto Cintra, Ivanildo, Delorme Martins, Maria Martins, Juracy Oliveira, Raimundo Barreto e por último Ademildo Almeida. Qual foi mesmo a grande melhoria da Saúde em Ipirá e dos Hospitais com bradou o então prefeito?

Passaram se os mandatos de Diomário Sá, Ademildo Almeida, Aníbal Aragão, Jota Oliveira e agora com o então prefeito Marcelo Brandão completando 100 dias de governo, a população espera que finalmente essas ambulâncias que já não estão mais no pátio da prefeitura, possam cumprir o seu papel.

Caboronga Notícias