O ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas ACM Neto, ainda não descarta a possibilidade de ter o PP, partido liderado na Bahia pelo vice-governador João Leão, como aliado nas eleições de 2022.

Segundo o jornal Tribuna da Bahia, quando questionado sobre o apoio dos progressistas à sua candidatura ao Governo do Estado ele teria respondido “poder pode”. Nos últimos meses, após os democratas endossarem candidatura do deputado estadual Niltinho (PP) para a presidência da Assembleia Legislativa e apoiarem o prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), na disputa pela União dos Municípios da Bahia (UPB), aumentaram as especulações de aliança entre as legendas.

Ainda de acordo com a publicação, há a especulação inclusive de que a oposição baiana gostaria de ter o deputado federal Cacá Leão (PP) como postulante ao Senado na virtual chapa de ACM Neto ao Palácio de Ondina. Questionado sobre o assunto, o parlamentar despistou e garantiu o que o foco agora é o “projeto é Leão governador”. Já Zé Cocá deixou claro em entrevista recente que “a chapa ideal é Jaques Wagner (governador) e Otto Alencar (vice), e o nosso senador Cacá Leão”.

Um interlocutor do ex-prefeito de Salvador disse ao jornal que a chapa da oposição deve ser montada com os atuais partidos do grupo, com a composição formada pelo DEM-Republicanos-PDT. Neste cenário, o deputado federal Márcio Marinho seria o postulante a vice-governador, já o PDT ficaria com a vaga de senador. Na semana passada, surgiu a especulação de que o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, pode se filiar à sigla de centro-esquerda e compor a majoritária.

Com informações do site Bahia.Ba – Fotos: Secom Salvador Estado/Secom Bahia/edição bahia.ba

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •