terça-feira, julho 16, 2024

ACM Neto comenta sobre 8º pedido de empréstimo de Jerônimo

O vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, criticou o oitavo pedido de empréstimo do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) em um ano e meio de governo. Desta vez a ser contratado junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 253 milhões.

A declaração se deu em coletiva de imprensa na cidade de Cruz das Almas, no recôncavo baiano, na noite de sábado (22). A convite do prefeito Ednaldo Ribeiro, o ex-gestor de Salvador acompanhou o São João na cidade.

“Não dá para a Assembleia assinar um cheque em branco para o governador. Eu não sou contra o governo ter investimentos, ampliar os seus recursos, mas tem que dizer ‘a gente vai botar o dinheiro onde?’ Vai fazer o quê? Vai pagar como? Essa é a grande discussão nossa, que é uma coisa que não vem acontecendo com transparência por parte do Governo do Estado. E quando a gente olha um ano e meio do governador Jerônimo, qual é o resultado do trabalho dele nas áreas mais essenciais para os baianos? Acho que é essa questão”, disse.

Com este oitavo pedido, a soma dos empréstimos passa da casa dos R$ 6 bilhões. O último empréstimo, de 400 milhões de dólares [mais de R$ 2 bilhões em conversão direta], foi aprovado pela AL-BA no dia 28 de maio, com votos contrários da oposição.

Acorda Cidade/Foto: Ascom/ACM Neto

recentes