Acusado de feminicídio em Ipirá é transferido para Conjunto Penal em Feira de Santana

139

Na manhã desta quarta-feira (26), Luís Carlos Ferreira da Silva “Judeu”, preso em flagrante por matar a ex-esposa, na cidade de Ipirá, foi transferido para o conjunto penal de Feira de Santana.O crime aconteceu na segunda-feira (17) e foi testemunhado por algumas pessoas, incluindo as duas filhas gêmeas do ex-casal. O acusado do feminicídio disse que estava desorientado e que não se lembrava do crime.

Segundo o delegado Marcione Azevedo, responsável pelo inquérito, a transferência do preso para o Conjunto Penal de Feira de Santana ocorreu nas primeiras horas desta quarta. Na sede da Delegacia de Ipirá, o acusado optou por permanecer em silêncio, não dando declarações.

Ainda de acordo com o delegado, a prisão aconteceu após diligências da Polícia Militar no dia do crime.

Alessandra Souza Rios, de 40 anos, estava chegando em casa com as duas filhas do ex-casal quando foi surpreendida pelo ex-marido. O homem já era suspeito de ter ateado fogo a um salão de beleza de Alessandra, que tinha medida protetiva contra ele.

Segundo a Polícia Civil, Luís Carlos foi apresentado na Delegacia Territorial (DT) de Ipirá, por uma guarnição da Polícia Militar, e autuado em flagrante por feminicídio. A prisão preventiva foi deferida pela justiça após audiência de custódia realizada na última terça-feira (18).

Por Marcone Macedo