Em nota oficial, a Assembleia Legislativa da Bahia confirmou que não concederá aumento da verba dos gabinetes do deputados. Com o reajuste de 15% do ordenado na Câmara Federal, a AL-BA poderia também efetivar o aumento, o que não acontecerá por hora.

A decisão é do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Angelo Coronel (PSD), acordada com os demais integrantes da Mesa Diretora da Casa.

“Nós sabemos que o reajuste no Legislativo federal se trata de uma medida que deságua no efeito cascata, ou seja, que a Assembleia Legislativa da Bahia teria de repassar aos seus deputados esse mesmo percentual, e já na folha de fevereiro. Mas neste momento de crise que estamos enfrentando, decidimos avaliar com mais cuidado a situação”, observou o presidente do Legislativo baiano.

Por Redação Bocão News | Fotos: Reprodução