terça-feira, julho 16, 2024

Alexandre de Moraes mantém proibição para que Valdemar encontre Jair Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, negou recurso impetrado pelo presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, para que ele pudesse se reunir com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Essa era uma das medidas cautelares impostas por Moraes a Valdemar.

Pessoas próximas ao ex-presidente entendem que esta cautelar pode ter impacto político nas eleições municipais deste ano, pois atrapalham as negociações sobre estratégias a serem seguidas. A Procuradoria-Geral da República defendeu a manutenção das cautelares.

O ministro do STF argumentou que as cautelares “se mostravam, e ainda se revelam, necessárias e adequadas, pois a investigação ainda se encontra em andamento, com análise de todo material apreendido e oitiva de novas testemunhas sobre os fatos”.

“O quadro fático considerado para a decretação de cautelares permanece inalterado no atual momento processual”, disse o procurador-geral da República, Paulo Gonet, segundo a CNN. Gonet pontuou que a chegada do período eleitoral “não tem o condão de influir na análise de necessidade e adequação das medidas cautelares”.

BNews – Foto:Reprodução/YouTube/PL/Arquivo

recentes