Anvisa cancela estudos clínicos da Covaxin

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) cancelou definitivamente os estudos clínicos da vacina indiana Covaxin no Brasil. Em nota divulgada ontem, 26/7, à noite, o órgão disse que a medida foi tomada depois que a Precisa deixou de representar a vacina no país.

A decisão foi tomada após avaliação técnica de que o fim da autorização da empresa Precisa para representar a vacina no país inviabiliza o cumprimento da normativa que trata da condução dos estudos clínicos de vacinas no país”, destacou a Anvisa em comunicado.

Na última sexta-feira, 23, a Coordenação de Pesquisa Clínica da Anvisa havia determinado a suspensão cautelar dos estudos clínicos da Covaxin no país. Na ocasião, a agência comunicou a decisão ao Instituto Albert Einstein e à Precisa, que patrocinava os testes.

Os estudos haviam sido suspensos após a empresa indiana Bharat Biotech Limited International, fabricante da Covaxin, ter informado à Anvisa que a Precisa não tinha mais autorização para representar a farmacêutica no Brasil. Segundo a Anvisa, não chegou a haver aplicação da Covaxin em voluntários brasileiros.

Fonte: Agência Brasil