APLB suspende vigília, após prefeito de Ipirá acenar possibilidade de dialogar com a categoria

Mais uma vez os trabalhadores em Educação lotaram o plenário da Câmara de Vereadores de Ipirá na manhã desta terça feira (09), para cobrar dos vereadores uma solução para o impasse que se estabeleceu entre o prefeito Marcelo Brandão e o Sindicato da categoria.A professora Jeane Ribeiro Alencar, representante da APLB afirmou na tribuna que alguns outdoors seriam expostos hoje mostrando a situação da Educação do município. Mas segundo ela, o responsável pelos outdoors afirmou que não teria condições de fazer o serviço porque foi ameaçado.

A informação causou revolta entre a categoria e todos que estavam no plenário da Câmara. Após o final do pronunciamento da diretora da APLB, o presidente do Legislativo Municipal, vereador Divanilson Mascarenhas, comunicou a todos que o prefeito pediu uma reunião entre vereadores e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipal e APLB, para a próxima quinta-feira (11) da sala de reuniões.

Em comunicado enviado a redação do Caboronga Notícias, a diretoria da APLB disse o seguinte:

A APLB Sindicato, representante legal dos Trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Ipirá, informa aos TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO e a comunidade ipiraense que a vigília programada para iniciar hoje após a sessão da Câmara foi suspensa, em detrimento da reunião agendada com o prefeito e vereadores para a próxima quinta- feira, dia 11/04, às 15h.

Agradecemos o apoio da comunidade e dos Vereadores na luta por uma educação melhor, e na valorização e respeito dos trabalhadores em educação. Em tempo informamos ainda que permanecemos em ESTADO DE MOBILIZAÇÃO, e que logo após a reunião faremos uma assembleia no pátio da prefeitura, às 17h, para apresentarmos à categoria os resultados da reunião.

VIVA OS TRABALHADORES!

VIVA A APLB SINDICATO!

SÓ CONQUISTA QUEM LUTA.

Caboronga Notícias