Após o pacote de reajustes fiscais receber duras críticas tanto de opositores quanto de aliados, o governador Rui Costa (PT) voltou a defender as medidas que implementará no próximo ano. Neste sábado (15), em sua conta no Twitter, o petista colocou a reforma administrativa como condição para não aumentar impostos.

“Os baianos não podem carregar o peso de uma máquina inchada. Com as reformas, não precisaremos aumentar impostos para a população. De uma só vez estamos garantindo o equilíbrio das contas do Estado e evitando que o peso da crise econômica do país caia sobre os mais pobres”, escreveu.

Entre as medidas aprovadas pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta semana estão o aumento da alíquota de contribuição previdenciária dos servidores de 12% para 14% e o rebaixamento da Conder para uma superintendência. A sessão estava marcada para a terça-feira (11), mas foi adiada para ontem após sindicalistas invadirem o plenário.

Por: Redação BNews  
Com foto de Gilberto Júnior/Arquivo BNews