Em uma entrevista concedida a repórter Mônica Cajaiba, no programa Sudoeste Agora da Rádio Clube de Conquista, o Coordenador de Limpeza de Vitória da Conquista, Joaquim Ernesto Vieira, conhecido como “Quincão”, afirmou que o município pretende impor através da lei de nº 185/2008, implantada na época pelo prefeito José Raimundo, no seu mandado de 2008, que todos os cavalos que circularem pela cidade usariam “Fraldão”.

Mas esse fato virou piada nas redes sociais, já que as pessoas mesmo entendendo, preferiram confundir a cabeça de muita gente, dizendo que seria utilizada fraldas descartáveis. Na entrevista, o secretário deixou bem claro, que seria utilizado um “bolsão”, que é chamado nas grandes cidades organizadas, como “fraldão”, onde os animais fazem suas necessidades. A prefeitura instalará pontos onde serão descartados as fezes dos cavalos, sendo até utilizadas como adubo, livrando do odor e sujeira pelas ruas de Vitória da Conquista. Quem é que gosta de ver a sua cidade com fezes de animais nas ruas, e mal cheiro? Eu não!

Só para ter ideia, na cidade de Ilha de Paquetá, no estado do Rio de Janeiro, mais de 250 kg de fezes dos animais, são recolhidos por dia. A partir desta lei, os carroceiros passarão a ter uma espécie habilitação, que será um documento com todos os dados e foto do condutor da carroça. A lei que foi implantada em 2008, mas só agora será colocada em prática.

Macaubense Life – Foto do Blog Léo Santos