terça-feira, abril 23, 2024

Bahia goleia Corinthians, quebra tabu histórico e conquista reabilitação no Brasileirão

Na noite desta sexta-feira, o Bahia conseguiu superar todos os cenários negativos, que pareciam muitos, e vencer pela primeira vez o Corinthians na Neo Química Arena. A goleada histórica por 5 a 1 em cima do Alvinegro tirou o Esquadrão, temporariamente, da zona de rebaixamento. Os gols foram marcados por Rezende, Cauly, Ademir e Thaciano, que balançou as redes duas vezes, de pênalti. Renato Augusto descontou para a equipe mandante.

Além do resultado de extrema importância, o confronto marcou o primeiro triunfo do clube baiano contra o Corinthians, em mais de 15 anos, atuando em São Paulo. A última vez que o Timão foi derrotado com seu mando de campo aconteceu em 2008.

Com o triunfo histórico, o Bahia assume a 15ª colocação, com 41 pontos, ultrapassando Cruzeiro e Vasco, que possuem um jogo a menos. Próximo confronto do Tricolor é diante do São Paulo, na próxima quarta-feira (29), na Arena Fonte Nova.

PRIMEIRO TEMPO

O cenário da partida parecia ser totalmente desfavorável ao Bahia, mas não foi assim que o jogo começou. Logo no primeiro lance de perigo, aos 2 minutos, Luciano Juba cobra escanteio e Rezende sobe sozinho na primeira trave para cabecear a bola no cantinho, abrindo o placar para o Esquadrão: 1×0 Bahia!

Após o placar aberto, o Alvinegro tentou colocar a bola no chão e recomeçar, mas o ataque do clube paulista liderado por Yuri Alberto não correspondia.

No próximo lance perigoso do confronto, e segunda finalização do Bahia na noite, o Esquadrão de Aço aumentou o placar, com uma pintura de Cauly aos 15 minutos. Luciano Juba toca para o meia, que tabela com Thaciano e pedala para cima do zagueiro e chuta no ângulo do goleiro Cássio: 2 a 0 Bahia!

Aos 22 minutos, o Bahia balançava as redes pela terceira vez, mas dessa vez anulado pela arbitragem, Gilbert cabeceia a bola sobra para Thaciano, que em posição de impedimento, faz o tento irregular.

No lance seguinte, o Tricolor chega mais uma vez com força no campo de ataque. Após Biel receber a bola dentro da área, o jogador finaliza, mas recebe pisão no pé do zagueiro Gil e sofre pênalti, que com ajuda do VAR, foi assinalado pelo árbitro.

Thaciano cobra a penalidade e converte contra o goleiro Cássio. O Bahia faz o terceiro gol na Neo Química Arena! Agora 3 a 1 para o time visitante!

Já na fase final do primeiro tempo, o Corinthians tenta pressionar o Bahia. mas a equipe comandada por Rogério Ceni faz uma partida excepcional.

Aos 35 minutos, o Bahia teve a chance de fazer o quatro gol na partida. Após cruzamento de Juba, Cauly recebe dentro da área, enche o pé e, com desvio, sai para a linha de fundo.

Antes do intervalo, o Corinthians teve chances de diminuir o placar. Giuliano e Renato Augusto fazem tabela na cabeça de área, mas Kanu faz o corte.

Aos 42, Marcos Felipe precisou fazer a sua primeira defesa na partida. Giuliano desvia no cruzamento de Fagner, obrigando Marcos Felipe a fazer sua primeira grande defesa do jogo.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, o Alvinegro consegue botar a bola no chão e criar jogadas mais bem trabalhadas. Aos 22 minutos, Renato Augusto recebe a bola sozinho na entrada da área após Kanu afastar parcialmente o passe de Giuliano para Yuri Alberto. O camisa 8, no entanto, mandou uma bomba no ângulo, diminuindo para o Timão: 3×1 Bahia.

Mesmo com o gol sofrido, o Bahia ainda é bastante perigoso nos contra-ataques. Thaciano tem boa chance, mas Matheus Bidu leva a melhor no mano a mano e faz o desarme evitanto uma oportunidade clara.

Aos 29 minutos, o Esquadrão aproveita passe errado de Matías Rojas, para Ademir tabelar com Cauly e o camisa 7 fica cara a cara com o goleiro Cássio, fazendo o quatro gol do Tricolor na partida: 4 a 1 para o Bahia!

Na reta final do segundo tempo, o Corinthians parece mais abatido que o normal, deixando o Bahia tomar controle da partida, por meio dos contra-ataques. E em mais um deles, a equipe baiana conseguiu mais um pênalti à cobrar. Ademir sai leva a melhor sobre Gil, que usa o braço para derrubar o atacante.

A cobrança que novamente foi cobrada por Thaciano, ocasionou no quinto gol do Bahia na partida: 5 a 1 para o Tricolor!

Cartões Amarelos: Gil e Renato Augusto (Corinthians) e Vitor Hugo, Thaciano e Gilberto (Bahia)

Escalações:

Corinthians: Cássio; Gil, Lucas Veríssimo, Fábio Santos (Wesley); Matheus Bidu (Pedro), Fagner, Maycon, Giuliano (Matheus Araújo), Renato Augusto, Romero (Rojas) e Yuri Alberto (Felipe Augusto)

Bahia: Marcos Felipe; Gilberto (Cicinho), Kanu, Vitor Hugo, Luciano Juba (Camilo Cándido); Rezende, Acevedo, Yago Felipe (Rafael Ratão), Thaciano, Cauly (Mugni) e Biel (Ademir)

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X BAHIA

Local: Néo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 24 de novembro de 2023, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE-Fifa) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN-Fifa)

Galáticos On Line

recentes