A agricultora Hiles Barbosa residente na fazenda Gentil Paulista, município de Baixa Grande se deparou com uma situação inusitada, quando uma das galinhas de seu terreiro pós um ovo gigante e ao quebrá-lo, a mulher percebeu que tinha outro ovo dentro do “original”.
Como qualquer ovo normal, a parte interna possui gema e clara. No entanto, além da gema e da clara, existia outro ovo completo.

Em uma breve pesquisa na Internet, foram encontrados diversos casos semelhantes. Uma reportagem do Globo Rural foi exibida em 2015 narrando um fato semelhante. Segundo especialistas, para que fatos dessa natureza aconteçam, a ave precisa passar por contrações anormais que fazem com que o ovo volte para o útero. Quando chega lá, o pequeno invólucro passa de novo pelo processo de “embalagem” e recebe todos os componentes mais uma vez antes de ser colocado para fora do corpo.

Por Bacia do Jacuípe