O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quinta-feira (15), o afastamento, por 90 dias, do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que foi flagrado com dinheiro entre as nádegas, durante busca e apreensão autorizada pelo magistrado na quarta (14).

As informações são do site da revista Veja.

Na decisão enviada ao Senado – que decidirá se mantém ou não a determinação -, o ministro apontou a “gravidade concreta” do caso, que exige o afastamento para evitar que o parlamentar use o cargo para dificultar as investigações.

Barroso negou pedido de prisão do parlamentar e de confinamento domiciliar. Para ele, porém, o afastamento foi necessário. “Diante da não configuração de situação de flagrância e da fundada dúvida sobre a possibilidade de decretação de prisão preventiva, impõe-se o afastamento do Senador da função parlamentar, de modo a impedir que se utilize de seu cargo para dificultar as investigações ou para ainda mais grave, persistir no cometimento de delitos”.

Por: Redação BNews  com foto de divulgação/Senado