Ao que parece, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desistiu de nomear Carlos Alberto Decotelli para comandar o Ministério da Educação. De acordo com a revista Veja, a informação foi confirmada por um auxiliar do chefe do executivo.

“O presidente já procura um novo nome para o ministério. Infelizmente, a avaliação é de que não há como seguir com Decotelli. Se mente no currículo, pode mentir em tudo. Confiança é algo crucial”, disse a fonte à revista.

Apesar disso, após reunião com o presidente nesta segunda-feira (29), Decotelli confirmou que continua na pasta. “Sou ministro, tenho trabalhos e vou ficar trabalhando para corrigir as demandas grandes, de Enem, de Sisu”, declarou. A informação é da CNN.

O recém-nomeado, cuja posse foi postergada, está no meio do furacão de denúncias sobre seu currículo: formações acadêmicas que não constam como seu doutorado e pós-doutorado em instituições internacionais, além de acusação de plágio do seu mestrado.

Por: Redação BNews com imagem de reprodução/Facebook