O que era para ser uma noite de alegria e descontração, tornou-se alvo de pancadarias e até tiro na Praça Roberto Cintra em Ipirá, na noite deste sábado (25), quando da realização de um encontro de Paredões de Som.

O evento seguiu todas as normas regimentares estabelecidas pela Lei, com ofícios protocolados na Prefeitura, no Fórum e nas Polícias Civil e Militar, determinando um horário das 14 às 00h para a realização do evento. No entanto, o que se viu foi uma sucessão de pancadarias, onde a cada instante os organizadores pediam paz e calma, chegando até ameaçar de encerrar o evento antes do horário determinado, por causa do tumulto.

Jovens lotaram a praça para se divertirem num ambiente de som luz e toda infraestrutura preparada para o evento. Só que há cada momento alguns mais exaltados resolveram estragar a festa com uma sucessão de pancadarias.

Segundo informações, um jovem foi atingido por um tiro, foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento “UPA”, por uma viatura da Polícia Militar.

A Prefeitura de Ipirá está programando uma grande Micareta para comemorar o aniversário da cidade. Diante do descontrole emocional de determinados jovens, movidos pelo efeito excessivo principalmente no consumo de álcool, a organização da festa tem que preparar um esquema especial de segurança com policiamento reforçado, detectores de metais e monitoramento eletrônico em todo circuito da festa, para que possa proporcionar ao folião de Ipirá e de toda região, muita segurança e tranquilidade.

Outro fato que chama a atenção, é a quantidade de adolescentes consumindo bebida alcoólica nestas festas públicas e até mesmo particulares, sem nenhuma intervenção do Conselho Tutelar e do Juizado da Infância e Adolescência. Nem mesmo uma portaria estabelecendo regras e punições quanto à venda de bebida alcoólica a adolescentes é observada nestes eventos.

Caboronga Notícias com imagem ilustrativa