quarta-feira, junho 19, 2024

Calor extremo já causou 62 mortes no norte da Índia

O calor extremo causou a morte de 62 pessoas no norte da Índia, incluindo dezenas de funcionários eleitorais, enquanto o país realiza a fase final das eleições gerais.

As mortes ocorreram nos estados de Bihar, Odisha, Uttar Pradesh e Jharkhand, de acordo com as autoridades indianas, além de um óbito registrado na capital, Nova Deli.

Grande parte do norte do país asiático continua em alerta devido às temperaturas elevadas, que ultrapassam os 45 graus Celsius em muitas cidades, segundo o Departamento Meteorológico da Índia (IMD).

Espera-se que as condições da onda de calor comecem a se dissipar nos próximos dias, coincidindo com a chegada da monção no sul e nordeste da Índia.

As altas temperaturas marcaram as eleições gerais na Índia, que começaram em 19 de abril e cujos resultados são esperados para terça-feira.

O primeiro-ministro Narendra Modi, um hindu, está tentando um terceiro mandato consecutivo contra uma aliança de partidos da oposição liderada pelo histórico Partido do Congresso.

As eleições gerais na Índia, o país mais populoso do mundo com 1,4 bilhão de habitantes, envolveram quase 970 milhões de eleitores para eleger os 543 membros da câmara baixa do parlamento.

Notícias ao Minuto

recentes