Passados quase 20 dias do pleito eleitoral, a Câmara de Vereadores de Ipirá, distante 202 km de Salvador até então só conseguiu realizar uma sessão ordinária por falta de quórum. Das sessões do Legislativo Municipal que acontecem nas terças feiras no horário das 10h da manhã, apenas aconteceu a da última terça-feira(11/10).

Na manhã desta terça-feira (18), mais uma vez o público compareceu ao Centro Administrativo de Ipirá para prestigiar mais uma sessão e se deparou com a imagem do plenário vazio e as escuras. Isso demonstra a falta de interesse principalmente dos vereadores que não voltarão a casa legislativa para o período de 2017 à 2020.

Para um frequentador ativo das sessões e que pediu para não se identificar, a falta de compromisso dos vereadores demonstra que o eleitor ainda não aprendeu a votar. Vota por benefício, ou dinheiro. Dificilmente se escolhe um representante que realmente queira representar o povo. No entanto, o povo continua pagando o salário em dia até mesmo dos faltosos.

A reportagem do Caboronga Notícias em contato com o vereador Laelson Neves, conseguiu descobrir que ele, o vereador mais votado na eleição de 2016, foi o único na atual legislatura que compareceu a todas as reuniões de comissões, participou de todas as sessões ordinárias, extraordinárias, solenes e especiais, além de fazer uso da tribuna em todas estas sessões, se tornando assim um recordista de votos e de presença no Legislativo Municipal.

Caboronga Noticias