Cerca de quase mil pessoas de todas as idades, participaram na manhã deste domingo (03) do 2º Trilhão Ecológico de Baixa Grande. A concentração aconteceu na Praça Manoel Ribeiro Soares no centro da cidade, onde seguiram de em diversos ônibus com destino a Fazenda Serra Azul, com uma parada na Fazenda Cais, local que deu origem ao município no século XIX.

O objetivo da caminhada foi um desafio em vivenciar de perto o bioma (caatinga, flora, fauna e relevo) de Baixa Grande.

Os trileiros chegaram a fazenda Serra Azul, propriedade construída em 1933, aproveitaram para registrar imagens de construções e paisagens da fazenda. Antes de começar a caminhada, aconteceu uma sessão de alongamentos comandada pelos educadores físicos, Claudio e Mirian.

A caminhada teve início às 9h e no primeiro momento em um corredor cortando a pastagem da fazenda, após 2 km, aconteceu a primeira parada para o lanche e uma explicação sobre a mudança de relevo.

Mais 3 km de caminhada e outra parada em um lajedo, onde os aventureiros decidiram não demorar devido à chuva no momento. Além do trecho de caatinga percorrido, o restante do percurso foi de mata virgem e lama.

O evento contou com apoio do comércio local e organizações, auxiliando em algumas despesas e informações.

A caminhada encerrou por volta do meio dia na Fazenda Serra Azul, com o retorno dos participantes. Como marco histórico da trilha foi plantado um pé de umbu para simbolizar o evento que teve participação de pessoas de Baixa Grande, mas também, de Várzea da Roça, Pintadas, Mundo Novo e Macajuba.

Com informações e foro do Bacia do Jacuípe