Cerca de 18 a 20 estrelas cadentes por hora. Este espetáculo surpreendente é oferecido pela chuva de meteoros líridas, visíveis a partir da Terra. A Sputnik lhe diz onde, quando e como aproveitar esta oportunidade maravilhosa.

As Líridas é a primeira grande chuva de meteoros desde o início do ano. Seu pico é registrado entre os dias 21 e 22 de abril. No entanto, a NASA promete algo impressionante em 23 de abril, enquanto o colunista Space.com Joe Rao também aconselha a estar atento na manhã de segunda-feira, 24 de abril. Ao mesmo tempo, em algumas regiões é possível ver o espetáculo até o fim do mês.

A chuva de meteoros Líridas é visível de qualquer parte do mundo, mas os habitantes do hemisfério norte, particularmente na Europa, tornaram-se testemunhas de um espetáculo brilhante e colorido.

“As melhores condições de observação serão do centro da França à Itália e ao sul dos Balcãs, graças à alta pressão”, informa o meteorologista Brett Rathbun. Em Espanha, espera-se uma visão limitada devido ao tempo instável.

Este fenômeno astronômico acontece todos os anos quando a Terra passa pelo caminho orbital do cometa Thatcher. Os pequenos meteoros deixados pela queda do cometa através da atmosfera do planeta tornam-se um espetáculo impressionante de luz para observadores terrestres. No entanto, este ano as Líridas diminuíram sua intensidade, com apenas 18-20 meteoros por hora contra 90 meteoros por hora nos últimos anos.

A melhor maneira de ver a chuva de meteoros é estar longe de qualquer fonte de luz. Você pode desfrutar de estrelas cadentes sem equipamento especial, a olho nu, basta levantar a cabeça para a constelação Lyra no chamado Triângulo do Verão. O maior número de meteoros geralmente cai durante as horas antes do amanhecer.

Com informações do Sputnik Brasil.