Ciclista espanhol morre após problema no coração em prova no deserto

104

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um ciclista de 50 anos morreu nesta segunda-feira (9) em consequência de um problema cardíaco ao participar do Titan Desert, uma prova de 598 km disputada no deserto do Marrocos, no domingo (8).

Segundo o jornal espanhol Marca, Ernesto Escolano estava na segunda etapa da prova, no trecho entre Merzouga e Ksar Jdaid, que tem o total de 102 km. Ele precisou de atendimento médico no km 89, foi atendido no local pela equipe médica da organização e foi transferido de helicóptero para um hospital em Marraquexe, onde morreu no dia seguinte.

O espanhol, natural de Huesca, competia na categoria Master 50. Ele terminou o primeiro dia da prova em 357º lugar, com o tempo de 6h35min28s.

A organização da prova enviou “condolências e carinho aos familiares e amigos” de Escolano.

Não é a primeira vez que uma pessoa morre ao participar do Titan Desert. Em abril de 2019, um espanhol de 46 anos morreu também durante a segunda etapa da prova por insuficiência cardíaca.