Neste ano, 163 cidades vão receber apoio do Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, para os festejos juninos. O número representa o dobro dos anos anteriores. De acordo com Diogo Medrado, as festas juninas movimentam a maioria dos municípios baianos durante todo o mês de junho, em todas as zonas turísticas. O apoio às manifestações típicas do período contribui não apenas para o estímulo à economia de cada cidade, gerando emprego e renda, mas incrementa o fluxo turístico na Bahia durante o período.

As cidades contempladas no território da Bacia do Jacuípe são: Capim Grosso, Nova Fátima, São José do Jacuípe, Serrolândia e Pé de Serra.

Ipirá, o maior município do território, teve o seu pedido de apoio negado pela estatal conforme uma decisão judicial indeferiu um pedido da prefeitura de Ipirá, na Bacia do Jacuípe, que queria receber recursos via convênio com a Bahiatursa [Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia] com vistas à realização do São João da cidade.

A decisão que veda o convênio saiu nesta terça-feira (12) no Diário da Justiça Eletrônico (DJE). Segundo o desembargador Antônio Cunha Cavalcanti não se sustentou o argumento usado pela prefeitura. A prefeitura local pleiteava a não exigência de certidões negativas de débito de tributo como forma de conseguir os recursos, mesmo o convênio tendo sido encerrado no dia 5 de junho.

Para o desembargador, a gestão local “apesar da importância dos festejos juninos, deixou de demonstrar elementos suficientes e aptos a comprovar a vinculação do evento às ações pertinentes à assistência social”. Mesmo sem o convênio, a festa em Ipirá, intitulada “Arraiá do Camisão”, já foi divulgada e ocorrerá entre os dias 22 e 24 de junho, na Praça Roberto Cintra.

Confira a relação das cidades contempladas com recursos do governo do Estado, clicando aqui.

Com informações da Bahiatursa e do Bahia Notícias