O Brasil registra neste domingo, 9, 101.136 mil mortes pelo novo coronavírus. De acordo com o levantamento realizado pelo EstadãoG1, O Globo, Extra, Folha e UOL com as secretarias estaduais de Saúde, batemos a marca de 3.035.582 pessoas infectadas com a doença.

Vista geral de um terreno do cemitério de Vila Formosa, em São Paulo. O Brasil é o segundo país do mundo mais afetado pela covid-19, atrás dos Estados Unidos. Foto: EFE / Fernando Bizerra

Foram 22.213 novos casos registrados e 593 mortes nas últimas 24 horas. Os números são mais baixos aos domingos, dado o atraso no registro de notificações aos finais de semana. Nos últimos sete dias, a média diária de novos óbitos foi de 1.001.

O balanço mais recente do Ministério da Saúde aponta que 2.118.460 pessoas se recuperaram do coronavírus em todo o País.

O Estado de São Paulo já tem mais de 25 mil mortos por covid-19. Segundo balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado neste domingo, 9, os óbitos somam 25.114, sendo 98 registrados em 24 horas. O total de casos confirmados é de 627.126, com 5.395 novos registrados também em 24 horas. Aos finais de semana, por causa do atraso nas notificações, os números da pandemia costumam ser menores. Ainda de acordo com o balanço, dos 645 municípios do Estado, há registro de pelo menos uma pessoa infectada em 641 cidades. Em 491 cidades, há pelo menos uma ou mais mortes.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI chegaram a 58,1% na Grande São Paulo e 59,8% no Estado. Há pacientes 12.739 internados com a doença ou suspeita dele, sendo 7.275 em leitos de enfermaria e 5.464 em unidades de terapia intensiva.

O Brasil é o segundo país com mais mortes e casos de covid-19 no mundo. Só perde para os Estados Unidos, que somam 162.851 mortes e 5.036.387 casos, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Consórcio de veículos de imprensa

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. E se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

O Ministério da Saúde informou, no início da noite deste domingo, que o Brasil contabilizou 572 óbitos e mais 23.010 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, segundo a Pasta, no total o País tem 101.049 mortes e 3.035.422 casos confirmados pelo coronavírus. O número é diferente do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.