SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou nesta quarta-feira (1º) um auxílio aos árbitros de futebol do país, que ganham por partida trabalhada. Cada juiz e assistente filiado à entidade vai receber o adiantamento referente a um jogo.

De acordo com a confederação, o pagamento está sendo calculado “a partir do maior valor pago para a categoria correspondente”. Há diferentes taxas a árbitros e a assistentes, e um número maior destinado àqueles que são filiados ao quadro da Fifa.

O custo para a CBF será de cerca de R$ 900 mil. Não se trata de uma doação. A quantia será abatida no momento em que os profissionais do apito voltarem ao trabalho e as competições, interrompidas pela pandemia do novo coronavírus, forem retomadas.

A entidade fez questão de dizer que a preocupação não é apenas financeira. Segundo seus dirigentes, os juízes estão tendo acompanhamento psicológico, em sessões individuais ou em grupo, e também têm recebido lances em vídeo para análise e discussão.