Nas tardes de sábado e domingo de Micareta em Baixa Grande caçadores invadiram o circuito oficial da festa, na Avenida 2 de Julho, com muita bagunça e descontração na caça ao o Urso e o Gorila.

Os caçadores saem armados com espingardas na caça ao Urso e o Gorila. Eles caem e correm atrás dos foliões no circuito da festa, com muita animação. Muitas pessoas aproveitam o momento para filmar e fotografar os artistas anônimos da alegria.

Essa brincadeira foi lançada na década de 80, por Xôxo, juntamente com Muliquinho, Tunga, Chico da Luz e Geraldo Madeira, com o objetivo de se divertirem de fora diferente na festa. Depois do falecimento de Xôxo, o jovem Washington Filho, juntamente com Muliquinho, de 80 anos de idade, deram continuidade a brincadeira que já virou tradição.

Debilitado e sem poder participar da brincadeira nesta micareta 2018, o grupo foi até a casa de Tunga, um dos criadores da brincadeira, para prestar-lhe uma homenagem. Foi um momento de grande emoção que levou o velho Tunga as lágrimas e também integrantes do grupo.

Emocionado, o jovem Berivaldo Júnior nas redes sociais disse o seguinte:

“Meus parabéns por todos os evolvidos nessa linda homenagem ao grande amigo “Tunga”, um dos criadores dessa linda brincadeira na qual é uma tradição das atrações da micareta de Baixa Grande. Eu como um jovem que alcancei o amigo “Tunga” na ativa junto com a equipe correndo atrás de mim. Eu morri a de medo kkkkkk… Boas lembranças jamais vou esquecer e hoje me sinto honrado pela continuidade da tradição através dos mais Jovens, no qual ainda predomina o grande veterano “Muliquinnho”. Um forte abraço a todos. Meus parabéns e continuem assim, preservando as origens, e mantendo viva a verdadeira cultura”. Disse Berivaldo.

Tunga é um ícone da folia em Baixa Grande. Mereceu a grande homenagem dos amigos, pelo bom caráter, parceiro e amigo. Um exemplo de ser humano e servidor público municipal.

Caboronga Notícias