terça-feira, abril 23, 2024

Contagem regressiva para a 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária

A 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária foi lançada, nesta terça-feira (14/11), no Empório da Agricultura Familiar, localizado no Mercado do Rio Vermelho, em Salvador. Esta edição, que acontece de 13 a 17 de dezembro, promete ser a maior e mais rica de todas, trazendo produtos de todas as regiões da Bahia e de outros estados brasileiros, com espaços inéditos para uma experiência mais rica e diversificada.

O vice-governador da Bahia, Geraldo Junior, esteve presente no lançamento e falou sobre o evento. “Parabenizo o lançamento da feira, o cooperativismo, a economia solidária e a movimentação desses trabalhadores e trabalhadoras nos 27 territórios pela Bahia, que com certeza terá um reflexo no cenário nacional, mas também no cenário internacional”.

O evento ocorrerá no Parque Costa Azul, abrangendo 55 mil metros quadrados, em um espaço com estrutura e de fácil acesso. Um local apropriado para receber os visitantes, que poderão conhecer e desfrutar de toda a riqueza da agricultura familiar baiana.

O diretor-presidente da CAR, Jeandro Ribeiro, destacou que a Feira é uma síntese do trabalho que a CAR realiza nos quatro cantos da Bahia. “A gente traz pra Salvador, nesse período, sobretudo o conceito do que é produzir alimento saudável, o que é o produzir da agricultura familiar. Toda a sua diversidade, mais de dois mil produtos estarão sendo ofertados para a sociedade aqui durante a Feira. Mais de quatrocentas cooperativas e associações estarão envolvidas nesse processo de produção. A gente está falando da diversidade que a Bahia tem”.

A Feira, que é genuinamente baiana e já faz parte do calendário dos eventos do estado, é o maior do Brasil no segmento da agricultura familiar e se destaca como um espaço de promoção da agricultura familiar, da economia solidária e da cultura do nosso estado.

Estrutura

Serão 27 Armazéns Territoriais, espaços de comercialização de mais de 1.500 produtos de todo o estado. As Comunidades Quilombolas e os Povos Indígenas também terão espaço reservado, com duas tendas que trarão a riqueza de suas culturas e tradições diretamente para o público.

O presidente da Associação de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Adebasul), Jeronias Libanio, uma das organizações produtivas que participam da Feira este ano, ressaltou o papel do evento. “A Feira tem um papel fundamental. Primeiro, para dar visibilidade aos empreendimentos da agricultura familiar, para mostrar seus produtos para os clientes e para as pessoas que vão à Feira. E para também fazer com que a gente seja reconhecido no nosso território. A Adebasul é uma das entidades que está desde o início participando da Feira e a evolução que a gente teve, como as outras cooperativas com os seus produtos, com a qualidade, a imagem visual, a questão da informação nutricional, isso é muito importante para a gente acessar o mercado privado e público”.

Neste ano, o evento traz uma atração inovadora: a Tenda Brasil. Este espaço, onde produtos de 32 empreendimentos de diversas regiões do país serão expostos e comercializados, será um destaque da Feira. Mas as novidades não param por aí. Tem também espaços inéditos, como a Tenda do Artesanato e a 1ª Feira Agroecológica da Bahia.

Os visitantes da Praça Gastronômica terão uma experiência culinária ainda mais enriquecedora, com uma variedade de estabelecimentos e um cardápio diversificado, com destaque especial para o Restaurante do Empório da Agricultura Familiar, que tem sua sede no Mercado do Rio Vermelho, em Salvador. Os espaços já adorados pelo público, como a licuriteria, umbuteria, cachaçaria, hamburgueria, cafeteria e chocolateria, também marcam presença.

Atrações musicais

A Feira acontecerá no início do Verão 2023 e o público vai desfrutar de uma programação musical diversificada, com ritmos que vão desde o samba e forró até o axé, sertanejo e pop, além de contar com os já renomados nomes da música baiana e regional. No evento, também será realizado o 1º Festival de Samba de Roda da Bahia, que homenageará a líder quilombola Mãe Bernadete Pacífico, do Quilombo Pitanga dos Palmares.

Catadores e catadoras de materiais recicláveis do Centro de Arte e Meio Ambiente (CAM) estarão presentes favorecendo a diminuição dos impactos socioambientais e o fomento à economia solidária, empreendedorismo e inovação e a geração de trabalho e renda, por meio da gestão de resíduos gerados. O evento contará também com um espaço de adoção de animais.

A 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária é realizada pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), em parceria com a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes-Bahia), com o apoio do Ministério de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) e da Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem).

Por Silvia Costa :Assessoria de Comunicação da CAR

recentes