A via crucias para quem necessita fazer uso do Sistema Único de Saúde “SUS” é um verdadeiro calvário não só nos grandes centos urbanos do país com nas cidades de médio e pequeno porte do interior.

Além de todo este tormento, na Bahia possui um Sistema de Regulação de Pacientes que mais parece um corredor da morte, num sistema perverso onde os recursos destinados principalmente para as áreas mais carentes da sociedade são desviados por meio da corrupção, que é o maior câncer que corroí a vida do povo brasileiro.

Em Ipirá/BA, a população mais carente que necessita marcar exames, consultas com médicos especialistas ou agendamento de cirurgias, tem que amargar nas penosas filas e até mesmo madrugar para conseguir realizar tais procedimentos.

Esse sofrimento já vem se arrastando desde as gestões passadas e com a expectativa da chegada do novo governo, a situação da fila parece estar longe de ter uma solução.
Na manhã desta segunda-feira (15), internautas flagraram mais uma fila, próxima a Secretaria de Saúde, onde jovens, adultos e até pessoas idosas, aguardavam para marcar exames ou outros procedimentos.

Segundo informação de um preposto da Secretaria de Saúde, as pessoas podem agendar seus procedimentos de segunda à sexta-feira, das 08 às 12, das 14 às 17h e depois aguardar o chamado através de uma ligação telefônica. Só que, em conversa com algumas pessoas que realizaram esse procedimento, fomos informados que dificilmente elas recebem esta tal ligação, ou quando recebem ficam impossibilitadas de comparecer no momento informado, até porque, muitos desses pacientes residem no interior do município.

O que todos esperam é que a Secretaria de Saúde possa modernizar o sistema de atendimento com agendamento de consultas e exames, para que todos que apostaram na mudança administrativa, que essa mudança possa realmente acontecer.

Caboronga Notícias com foto via WhatsApp