domingo, abril 21, 2024

Contrário a PEC da reeleição na AL-BA, Otto Alencar afirma que o PSD apoiará candidatura de Ivana Bastos

O presidente estadual do PSD, senador Otto Alencar, confirmou que o partido vai apoiar a candidatura da deputada Ivana Bastos na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), em 2025. Ele deu a declaração na manhã desta segunda-feira (13), na abertura do 4º Encontro do PSD Salvador 2023, na União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo (CAB).

A afirmação de Otto chega num momento em que há uma forte mobilização na AL-BA, tanto de deputados da base governista, como da oposição, na defesa de um terceiro mandato do seu correligionário, Adolfo Menezes, à frente do Legislativo estadual. Para que isso aconteça será preciso aprovar, em plenário, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) permitindo a recondução do presidente na mesma legislatura, possibilidade extinta em 2017 por força de um projeto de autoria do próprio Adolfo Menezes. A PEC, no entanto, já conta com 50 assinaturas e deverá ser colocada para apreciação da Casa em breve.

Em conversa com a imprensa, Otto Alencar reiterou que quem decidirá sobre a pauta é o próprio colegiado e que ele não vai interferir “em absolutamente nada por que isso vai da cabeça de cada um”. O senador, no entanto, deixou claro que “o PSD, se tiver que fazer uma indicação à presidência, tem o compromisso de todos os deputados e deputadas de indicar a deputada Ivana Bastos, mas ela vai ter que se projetar ao ponto de ter o apoio das outras lideranças, da oposição e do governo”, ponderou.

Em uma declaração que soou como uma indireta às aspirações do aliado, Otto Alencar também lembrou à época em que presidiu a Assembleia Legislativa, no biênio de 1995/1997. “Eu, quando fui presidente, 59 deputados estaduais fizeram abaixo-assinado para eu continuar e eu optei por não continuar. O Marcelo [Nilo] ficou cinco vezes [na presidência], eu fiquei só uma. Eu não deixei de andar por causa disso porque eu não fui cinco vezes presidente da assembleia. Eu consegui fazer minha carreira política, hoje sou senador. Não adianta você na política ter aquele ponto para chegar por obsessão e por ambição”, frisou.

Fonte: Bahia. Notícias – Foto: Anderson Ramos /Bahia Notícias

recentes