Coreia do Sul anuncia fabricação de novos armamentos

O lança-foguetes Raybolt que vai ser fabricado pela empresa sul-coreana LIG Nex1 acaba de passar pelo último dos testes de qualidade, que consistiu num ensaio de fogo real. De acordo com as explicações oficiais, o armamento já está pronto para ser produzido em série.

O exército sul-coreano vai ser o primeiro a utilizar o novo lança-foguetes, que deve substituir os canhões sem recuo de 90 e 106 milímetros e os mísseis TOW fabricado nos Estados Unidos, que é o projétil antitanque mais utilizado em todo o mundo.

O comunicado que anuncia a aquisição explica que se trata igualmente do primeiro lança-foguetes antitanque produzido na Coreia do Sul e que tem a particularidade de poder ser transportado e utilizado em veículos táticos de pequena dimensão.

O fabricante vai começar a entregar o novo armamento antes do final do ano.

O governo de Seul prevê exportar o novo dispositivo assegurando que é tão potente e versátil como os lança-foguetes Spike-MR, de fabrico israelita, ou o Javelin norte-americano.

Um representante da Agência de Qualidade Tecnológica de Defesa da Coreia do Sul envolvido nos ensaios da nova arma indica que o lança-foguetes da Raybolt vai ser uma “referência” para o desenvolvimento de mísseis teledirigidos.

Com informações da Lusa.