domingo, junho 16, 2024

Deputado Baleia Rossi é homenageado com a Comenda 2 de Julho na ALBA

Não há nada mais gratificante para um parlamentar jovem do que reconhecer a importância de homens públicos experientes e que fazem a diferença nas frentes em que atua. Por esse motivo, o deputado Matheus Ferreira (MDB) realizou nesta quinta-feira (16), às 15h, no Plenário Orlando Spínola da Assembleia Legislativa da Bahia, a sessão especial de outorga da Comenda 2 de Julho ao presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi.

De acordo com o deputado Matheus Ferreira, a proposição se justifica pela brilhante trajetória política de Baleia Rossi. “Baleia Rossi é um dos mais respeitados articuladores do Congresso Nacional e dono de uma trajetória brilhante pautada pelo cuidado com a vida das pessoas, nas áreas da Saúde e de Desenvolvimento Social, contribuindo com inúmeras instituições, apoiando prefeituras, entidades sociais e lideranças comunitárias. Um líder político digno das nossas homenagens e reconhecimento”, ressaltou.

TRAJETÓRIA

Nascido em São Paulo, em 9 de junho de 1972, Baleia Rossi é municipalista, com atuação principalmente nas áreas da Saúde e de Desenvolvimento Social. Formado em Direito, mas com grande vocação na política, iniciou sua vida pública em 1992, aos 20 anos, como vereador em Ribeirão Preto, onde atuou por três mandatos consecutivos. Foi deputado estadual por três vezes e agora está em seu terceiro mandato como deputado federal. Como deputado estadual, Baleia Rossi foi autor da Lei 12.906/2008 que instituiu o monitoramento eletrônico de presos no Estado de São Paulo. Pioneira, essa lei foi copiada em outros Estados e hoje funciona como importante instrumento para evitar que presos deixem de retornar aos presídios após saídas pontuais autorizadas pela Justiça.

Segundo Matheus Ferreira, “com sua influência no Congresso Nacional, tem coordenado a votação de matérias importantes para o nosso país. Ele foi o autor da PEC 45/2019 da Reforma Tributária e tem atuado efetivamente em favor de uma carga tributária justa e solidária para o Brasil”.

Editora Notícia

recentes