‘Desta vez Lewandowski não pode dar a Pazuello o direito de mentir’, diz o senador Otto Alencar

O senador baiano Otto Alencar (PSD-BA) também comentou a participação do general Eduardo Pazuello no passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro.

“[Pazuello] Foi à CPI de máscara, defendeu o uso de máscara, vai a um ato com seu tutor, a ele confirma a sua submissão e subserviência. Pediu para ser reconvocado e desta vez o Lewandowski não pode dar o direito de mentir sem pagar pelas mentiras”, disse o senador baiano ao site O Antagonista. Ele se referia ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na semana passada, durante depoimento na CPI da Covid, Pazuello chegou a pedir desculpas pelo episódio recente em que foi flagrado sem máscara em um shopping de Manaus. A redação é do site Política Livre.