terça-feira, fevereiro 27, 2024

Dicas para controlar as finanças em 2024

À medida que mais um ano se encerra, surge a oportunidade de reavaliar a saúde financeira e estabelecer metas para o próximo ano. Com o endividamento atingindo níveis históricos no Brasil, é crucial organizar as finanças para evitar começar 2024 com passivos acumulados. Aqueles que estão em dia com suas obrigações podem aproveitar a oportunidade para acumular recursos e iniciar investimentos.

De acordo com André Minucci, mentor de empresários, independentemente do desempenho anterior, há sempre espaço para aprimoramento. “Um novo ano representa novas oportunidades, aprendizados e chances de evolução”, comenta. Mesmo em situações financeiras estáveis, a tarefa de colocar as coisas em ordem e planejar a melhor abordagem, seja pessoal ou para a empresa demanda esforço significativo.

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha, revela que mais da metade dos brasileiros (58%) pensam regularmente em planejar suas finanças para o futuro. No entanto, 18% nunca consideram isso, enquanto 24% ponderam sobre o assunto ocasionalmente.

Os dados mais recentes do Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian revelam que, em setembro deste ano, o número de empresas endividadas atingiu a marca de 6,6 milhões. Esse valor representa um aumento de 300 mil em comparação com o mesmo período do ano anterior. Além disso, o montante total das dívidas acumuladas por essas empresas alcançou a expressiva quantia de R$ 122,2 bilhões.

Nesse contexto, André Minucci compartilha dicas valiosas para aprimorar a gestão financeira em 2024 e tornar o ano lucrativo para os negócios.

1. Controle de Gastos:

Registrar despesas diariamente em um caderno pode ser uma prática eficaz. O simples ato de anotar gastos pode levar a uma redução nas despesas, graças a um efeito psicológico na gestão do dinheiro. Categorizar as despesas e entender os hábitos financeiros estabelece a base para o sucesso financeiro.

2. Investimento em Conhecimento:

O investimento em conhecimento oferece o melhor retorno. Ao investir em sua literacia financeira, você estará preparado para o próximo ano, evoluindo seus conhecimentos para proteger seu dinheiro. Após estabelecer um planejamento financeiro e garantir renda extra, aprender a investir torna-se crucial para multiplicar o patrimônio, alcançar metas financeiras e buscar independência financeira.

3. Compare os preços 

Ao realizar compras, a comparação de preços é uma prática inteligente que permite aos consumidores tomar decisões informadas e otimizar seus gastos. O compromisso em gastar menos do que se ganha, anotar despesas diárias para criar consciência financeira e, principalmente, investir em conhecimento, são chaves.

4. Fluxo de Caixa:

Compreender as entradas e saídas de dinheiro é fundamental para qualquer negócio. Identificar áreas que necessitam de melhorias e garantir maior estabilidade financeira é possível por meio de um entendimento aprofundado do fluxo de caixa. Começar uma mentoria para empresa pode ser uma ferramenta valiosa para acessar oportunidades que impulsionarão as finanças e os negócios.

5. Estabelecimento de Metas:

Definir metas é crucial para o progresso de qualquer pessoa ou empreendimento, seja a curto ou longo prazo. As metas servem como um guia para o empreendedor avaliar o progresso da empresa. Além disso, é essencial que os colaboradores estejam cientes dessas metas, compreendendo as estratégias necessárias para atingi-las.

André Minucci destaca que, independentemente do desempenho passado, cada novo ano traz consigo oportunidades de aprendizado e evolução. “Ao investir na própria literacia financeira, as pessoas podem não apenas proteger seu dinheiro, mas também pavimentar o caminho para a multiplicação do patrimônio e a busca pela independência financeira” comenta.

Assim, encorajamos a todos a abraçar as oportunidades do novo ano, transformando desafios financeiros em conquistas sustentáveis e construindo um futuro mais próspero, finaliza.

Acorda Cidade/Foto: Divulgação

recentes