sábado, março 2, 2024

Diretor da Codesal detalha medidas após desabamento de casarão; confira

Após o desabamento de um casarão no bairro do Comércio, em Salvador, o diretor da Defesa Civil de Salvador (Codesal) Sosthenes Macêdo explicou, em entrevista ao BNews, a situação que estava o imóvel e quais providências serão tomadas agora.

“É área que a gente vem monitorando há muito tempo. Em 2020, fizemos a primeira notificação para que o proprietário e os responsáveis pelo antigo restaurante Colom tomasse as providências legais de recuperação baseada na lei de manutenção predial. Infelizmente nenhuma providência foi tomada, tempos passaram, nós retornamos, fizemos novas vistorias, no período do Bonfim fizemos o primeiro isolamento da área, ontem sabendo de barulho de possíveis rupturas, nós fizemos o isolamento geral em parceria contra Salvador com os Prismas, fechando as ruas em parceria com a Seman com piquetes e com as faixas hebradas aqui da nossa defesa civil”, disse ele.

O diretor ressaltou que o desabamento já estava esperado e que agora aguarda o retorno da chegada das equipes do IFAM para poder vistoriar o imóvel e cobrar aos proprietários a autorização e liberação para que a Sedur possa fazer a retirada das partes soltas e garantir a segurança de todos.

Sosthenes Macêdo ainda afirmou que a Codesal está monitorando outros imóveis em situações semelhantes. “Nós temos cerca de 3 mil edificações monitoradas pela Defesa Civil de Salvador no projeto Casarões. Dessas, é claro, não todas em nível de risco grave, sempre nós fazemos as notificações, seja para o órgão tombador, o IFAM ou o IPAC”, continuou.

BNews – Dinado Silva | BNews

recentes