Em meio a casos de covid entre deputados, AL-BA reabre trabalhos com público limitado e sessão semi virtual

37

Em meio a casos de deputados com covid e aumento de pessoas com a nova variante do coronavírus, a Assembleia Legislativa da Bahia retoma os trabalhos legislativos com limite de público como forma de adotar o distanciamento social na Casa. O plenário tem capacidade para 200 cadeiras, mas só será permitida 100 pessoas, respeitando espaçamento mínimo de um metro. A solenidade de reabertura do ano legislativo acontece nesta terça-feira (2), às 10h, com a tradicional presença do governador Rui Costa (PT) e de autoridades civis e militares do estado.

Conforme noticiado ontem pelo BNews, seis parlamentares estão infectados com o vírus: Sandro Régis (DEM), Zó (PCdoB), Neusa Cadore (PT), Ivana Bastos (PSD), Aderbal Caldas (PP) e Eduardo Alencar (PSD).

Segundo informou a AL-BA, a sessão presencial terá rígidas regras sanitárias e de distanciamento social. Os discursos serão feitos pelo governador e o presidente da AL-BA, deputado Adolfo Menezes. A assessoria da AL-BA explicou que “um link será aberto para os parlamentares que optarem por assistir a reabertura dos trabalhos de forma remota […] e a participação de convidados ou lideranças será reduzida”.

“A Covid-19 continua matando, lotando UTIs, bem como leitos clínicos, carreando infortúnios e prejuízos sem fim para nossa gente”, justificou o presidente da Casa Adolfo Menezes. Também será exigido a utilização de máscaras, com disponibilização de álcool em gel.

“Antes do início da sessão solene, o presidente Adolfo Menezes, participará de solenidade militar na rampa, quando passará em revista à tropa da Polícia Militar formada em homenagem ao Legislativo que contará com a presença da banda da corporação, a banda Maestro Wanderley. Ele aguardará a chegada das autoridades na rampa de acesso ao Palácio Deputado Luís Eduardo Magalhães, que aguardarão a abertura dos trabalhos no Salão Nobre”, explicou, em nota a AL-BA.

A Casa está em lockdown desde o dia 21. O presidente também exigirá comprovante de vacinação ou resultado do teste de covid de parlamentares, funcionários e visitantes.

BNews