Coelho  de Adolfo

Por volta das 10h desta sexta-feira (02), as guarnições da 98° CIPM tomaram conhecimento através de prepostos da Polícia Federal, de que um objetivo prioritário da área de responsabilidade da 98° CIPM encontrava-se na Cidade de Ipirá, em posse de armas de fogo e preparava-se para novo intento criminoso, uma vez que sua tentativa de sequestro ao empresário da rede de postos Puma, na cidade de Ruy Barbosa foi frustrada.

De posse da informação, envidaram esforços em diligências até o bairro 20 de abril. Salienta-se que o indivíduo de vulgo Coelho de Adolfo, além de seu envolvimento com ataques a instituições financeiras, é apontado como líder do tráfico de drogas na região de Baixa Grande, tendo recentemente proferido ameaças à vida do delegado de Baixa Grande e tendo contra si as acusações de homicídios perpetrados em Baixa Grande, contra o guarda municipal Leidival Araújo e contra seu associado, de vulgo “Nego de Celina”, que acabara de sair da cadeia após ser preso em poder de um fuzil e pistolas.

No bairro 20 de abril, o Coordenador de área da 98° CIPM, juntamente com o PETO e apoio do Comando de Policiamento Regional da Chapada e CIPE-SA, diligenciaram no intuito de capturar o infrator, onde, avistando-o em via pública, tentaram a abordagem, tendo este efetuado disparos de arma de fogo e refugiando-se no interior de uma residência, onde tomou como refém a moradora e companheira do suspeito.

Foi estabelecido o cerco e iniciado contato, uma vez que o indivíduo estava armado e usava sua companheira como escudo. Contudo, as equipes conseguiram retirar Poliana do cárcere enquanto Coelho impedia a entrada dos policiais com disparos de arma de fogo.

Com a utilização do escudo de proteção balística, foi feito o adentramento sob forte resistência, avançando em intenso tiroteio. Cessadas as hostilidades, foi localizado o agressor no cômodo do fundo da casa, ainda com um revólver calibre. 38 e uma pistola nas mãos, ferido por disparos de arma de fogo.

De pronto providenciou-se o atendimento médico na UPA, onde o indivíduo deu entrada, porém, não resistiu aos ferimentos. De tudo, foram apreendidos os materiais e conduzida a Sra. Poliana à Delegacia local, onde registrou-se a ocorrência de número 388/2018 e formalizada a lavratura dos devidos autos.

Com informações da 98ª CIPM – Sentinela da Chapada

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •