Uma brincadeira muito comum entre crianças ao deixarem a sala de aula para irem embora, geralmente saem correndo até o portão da escola para pegar o ônibus escolar, só que na tarde desta quarta-feira (22) uma brincadeira dessa quase terminou em tragédia, quando por volta das 17h o estudante do 4º ano da Escola Educandário Batista, que funciona no CAIC, identificado pelas iniciais A.S de C., 11 anos, morador do Conjunto Habitacional Casulo Coité, no Bairro Populares, foi empurrado pelas costas por um colega e acabou caindo debaixo do ônibus.

O momento foi de muito pânico, pois, segundo informações de várias pessoas que testemunharam o acidente, o garoto cair debaixo do ônibus e o motorista que não teve a identidade revelada disse não ter visto e o pneu chegou a passar por cima do seu corpo. “Toda tarde quando saiu pra pegar em casa e quando venho pegar aqui na escola já me preocupa, pois, são muitos meninos que ficam brincando, a gente chama atenção, mas não atendem. Tenho muito cuidado, mas hoje não deu pra evitar, pois, estava estacionando quando o menino foi empurrado”, disse o motorista do ônibus.

A Brigada Voluntária Anjos da Vida chegou ao local menos de 10 minutos depois do ocorrido e prestou socorro a vítima que apresentava um grande corte nas costas, na altura da cintura, e no primeiro momento não conseguia movimentar as pernas, mas ao chegar o no Hospital Português – Unidade Municipal de Conceição do Coité, ele já mostrava reação nos membros inferiores e estava consciente e conversando, mesmo assim seu quadro sendo considerado grave, a equipe médica de plantão pediu sua transferência de imediato, possivelmente para o Hospital da Criança, em Feira de Santana.

A secretário de Educação do Município Perpétua Sampaio esteve no Hospital dando apoiou e pedindo urgência na transferência, mesmo tendo conversado com a vítima. ” A mãe nervosa e ele tentando acalmar dizendo que estava bem”, contou a secretária.

Redação CN | Foto: Raimundo Mascarenhas