Familiares estão à procura desde o dia 22 de março do idoso João Silva dos Santos, de 60 anos, que é morador da zona rural da cidade de Serra Preta. O desaparecimento dele foi comunicado à polícia, que mantêm as investigações, mas até o momento não conseguiu obter qualquer indício sobre o paradeiro dele.

“A equipe da delegacia territorial de Serra Preta tem se empenhado desde o dia do desaparecimento, inclusive acompanhando as buscas pelo Corpo de Bombeiros na localidade, num terreno que pertencia à vítima. E até então não temos qualquer informação acerca do paradeiro do senhor João. Já ouvimos os familiares principais, os irmãos, testemunhas e vizinhos, e o que se sabe é que o senhor João saiu de casa antes da 7h da manhã com as próprias pernas, não houve invasão ao seu domicílio e seu paradeiro até então incerto”, informou ao Acorda Cidade a delegada Ludmilla Vilas Boas, que acompanha o caso.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Ela afirmou que segundo informações passadas pela família, João Silva dos Santos tinha por hábito de manhã cedo acordar, fazia a própria cama e dava o café da manhã à mãe que também é idosa e da qual ele cuidava.

“Nesse dia específico, a mãe acordou e encontrou a cama em desalinho. Ele havia desaparecido, ou seja, não há a informação de que ele tenha sido retirado de casa à força. Saiu de sua própria vontade, até então, e alguns fatos que foram narrados pelos familiares foram investigados, e a princípio não têm correlação direta com o desaparecimento do idoso.”

Segundo a delegada, a família negou ter ciência de qualquer problema de saúde no idoso, no entanto, alegam também que ele era uma pessoa bastante reclusa e não tinha costume de se comunicar com os irmãos.

“Eles não sabem informar o número de telefone. Ele tem uma ex-esposa e um filho no estado de São Paulo, que eles também não mantêm contato. Seu João era um homem de poucas palavras. Uma situação que ocorreu com os cachorros ele não contou e ninguém sabia que os cães haviam sido mortos – os que foram encontrados posteriormente pelo Corpo de Bombeiros. Ele era muito recluso e não falava muito com os irmãos, nem dos próprios problemas. Não sabemos se ele estava tendo algum tipo de distúrbio emocional, então temos que aguardar. Já divulgamos a fotografia a nível nacional, através da Delegacia de Proteção à Pessoa.”

A delegada Ludmilla Vilas Boas pediu que quem encontrar ou tiver informações que ajudem a localizar o idoso João Silva dos Santos entre em contato com a polícia através dos telefones (71) 3116-0000 / 0357.

“Algumas pessoas em um surto momentâneo podem ser encontradas vagando por aí, e a gente às vezes não tem noção de que são pessoas procuradas por familiares e pela polícia e que muitas vezes têm registro de desaparecidos nas delegacias do Brasil”, completou a delegada.

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •