Grandes aglomerações de pessoas comemorando a vitória do Flamengo no domingo (21), na Rua São Domingos em Feira de Santana, mostram a necessidade da ampliação do Toque de Recolher para às 20h. Pessoas sem máscaras, se divertindo como se os hospitais não estivessem com 100% dos leitos lotados e quase 500 mortos só na cidade.

Em todo o estado, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) registrou pelo terceiro dia consecutivo o maior número de pacientes internados em UTIs para covid-19 desde o início da pandemia. São 890 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupando leitos nas diversas regiões da Bahia.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, Camilo Cerqueira, chefe de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, informou que a polícia militar juntamente com as demais equipes de fiscalização realizou um trabalho de conscientização e dispersou a aglomeração. Segundo ele, as equipes já se preparam principalmente para as providências a serem tomadas na próxima quinta-feira, quando haverá novo jogo do Flamengo.

Foto: Polícia Militar

“É muito difícil porque o cidadão se acha no direito de aglomerar por qualquer motivo que seja essa aglomeração, mas quero frisar que as pessoas que querem descumprir o decreto municipal e insistem a ficar à margem da lei, porque decreto tem força de lei, tomem cuidado porque medidas serão tomadas e na próxima quinta-feira (que terá outro jogo do Flamengo), já estamos em estudos para tomar algumas providências para as pessoas que insistem em fazer carreatas e comemorações. Façam suas comemorações em suas casas, sem prejudicar o próximo”, declarou.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O major PM Lobão, que avaliou a atuação das equipes como muito positiva, chama atenção do Conselho Tutelar para os pais que estão levando crianças para essas aglomerações.

“Está faltando muita consciência nas pessoas. O vírus é mutante e nós estamos com cepas aqui na Bahia, inclusive de um vírus muito agressivo. Quando ele chegou no Brasil nós tínhamos grupos de risco, aqueles que tinham mais de 60 anos, aqueles que já eram doentes, mas agora não. Agora a gente está vendo aí jovens de 22, 28, 30 anos, ainda meninos que têm uma vida pela frente, a falecer. Mesmo assim as pessoas ainda insistem em está aglomerando sem máscaras, levam seus filhos menores com 2, 4, 6 anos para bares noturnos, inclusive aqui eu queria solicitar o apoio também do Conselho Tutelar que trabalhem com a gente, porque nós não temos uma condição de ver uma mãe dançando e uma criancinha de 4, 5, 6, 8 de idade também dançando na multidão, então, a gente não tem nem como agir com uma mãe dessa”, ressaltou.

O major, que é Comandante da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), informou que ficou abismado com a situação da Rua São Domingos.

“Lá na São Domingos quando eu passei por volta de 18h30 eu me abismei. Uma festa com mais de 300 pessoas dentro de um bar, tanta gente que as pessoas estavam ocupando a pista de rolamento. Automaticamente liguei para o Dr. Camilo que nos deu apoio e coloquei duas Rondesp mais três viaturas lá e de forma educada conscientizamos as pessoas para irem para casa”, informou o major ao Acorda Cidade.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O superintendente municipal de Trânsito, Cleudison Almeida, conclama a população para cumprir o decreto em respeito a situação delicada em que as unidades de saúde de Feira de Santana e outras cidades encontram-se neste momento.

“O decreto estadual já estabelece o toque de recolher a partir das 20 horas, então, o que significa? Significa que pessoas que não tenham a devida justificativa para estarem nas ruas podem ser conduzidas pela autoridade policial e pelos órgãos de fiscalização às delegacias de polícia. Então, não é especificamente bares abertos se tratando de jogos esportivos, é necessário que haja o cumprimento ao limite fixado do decreto com relação ao toque de recolher, o estabelecimento comercial que porventura possa estar descumprindo as determinações, será devidamente punido com a cassação e a suspensão do alvará de funcionamento. Isso é uma coisa séria, devem ser cumpridas estas determinações porque o sentido maior é evitar a aglomeração nesse momento de dificuldade dos nossos órgãos de saúde”, declarou.

Vale ressaltar que a transmissão de jogos esportivos em estabelecimentos é proibida por decreto municipal, que será prorrogado por mais 15 dias, a partir de hoje (22).

Fotos: Ed Santos/Acorda Cidade

Toque de Recolher a partir das 20h

O Governo do Estado decidiu ampliar o horário do toque de recolher devido ao aumento da ocupação de leitos UTIs Covid-19, que atingiu a taxa de 80% no domingo (21).  A restrição na circulação de pessoas nas ruas passa a valer das 20h às 5h e envolve 381 cidades baianas, até o próximo dia 28 de fevereiro. A região oeste é a única exceção.

De acordo com o decreto, o atendimento presencial em bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcoólicas será encerrado às 18h. Apenas o delivery de alimentos fica permitido até as 23h. Já o transporte pode funcionar até as 20h30.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade