domingo, maio 19, 2024

Filhos de Maradona pedem à Justiça a transferência do corpo para mausoléu em área turística

Os cinco filhos de Diego Maradona solicitaram à Justiça a transferência do corpo do lendário jogador de futebol do cemitério particular, onde está sepultado, para um mausoléu em construção em Buenos Aires. Na opinião dos parentes, a mudança vai permitir que os fãs do jogador tenham mais facilidade caso queiram prestar algum tipo de homenagem.

As filhas Dalma e Giannina, além de Verónica Ojeda, mãe de Diego Fernando Maradona, fizeram o pedido ao Juízo nº 3 de San Isidro, em carta reproduzida nesta quinta-feira pela mídia.

O mausoléu, denominado “Memorial del Diez”, em construção no bairro de Puerto Madero, é “um lugar muito mais seguro que o atual… para que todo o povo argentino e cidadãos do mundo possam pagar homenagem a quem foi o maior ídolo argentino”, diz parte do texto sobre o pedido de transferência.

Maradona está sepultado no “Jardín de Bella Vista”, cemitério particular da cidade de San Miguel, localizada a cerca de 50 quilômetros de Buenos Aires. Já Puerto Madero, próximo ao Rio da Prata, é um dos bairros mais prósperos da capital, com restaurantes e bares frequentados por turistas.

No pedido, os filhos de Maradona indicaram que foram realizados os exames pertinentes ao corpo e solicitaram a transferência dos restos mortais com condições suficientes de “segurança e confidencialidade”.

No dia 30 de outubro de 2023, dia em que Maradona completaria 63 anos, os filhos anunciaram que o memorial em sua homenagem começava a se tornar realidade por meio da assinatura de um acordo com as autoridades nacionais.

Maradona morreu em 2020, aos 60 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória enquanto estava em confinamento domiciliar em uma casa alugada nos arredores de Buenos Aires.

Rstadão Conteúdo

recentes