Na manhã desta quinta-feira(30), uma internauta identificada com Jamile Santos, usou o Facebook para denunciar a falta de atendimento no Hospital Municipal de Ipirá. Segundo ela, sua irmã está em estado final de gestação e o médico que a atendeu no início deste mês, recomendou o parto via procedimento cirúrgico(cesariana), ficando agendado para o último dia 23. No entanto, a cirurgia não aconteceu por falta de anestesista de prontidão naquele dia, e tal procedimento foi reagendado para último dia 27 que também não aconteceu pelo mesmo motivo.

Ainda de acordo com a publicação, à paciente esteve nesta quinta-feira (30) no Hospital de Ipirá, e novamente foi informada que não haveria a possibilidade de realização da cesariana pelo mesmo motivo de falta de anestesista na unidade hospitalar.

Leia abaixo o relato:
“Denuncia com relação ao hospital municipal de Ipirá
Minha irmã esta na reta final da gravidez, no início do mês foi atendida pelo Doutor Ruan, ele deixou a cesariana dela marcada para o dia 23/03 às 8h,minhã mãe e minha irma chegaram as 7:30 em jejum por orientação do Doutor,fica na recepção ate 13:30 da tarde foi quando o médico veio atender ela e informou que estava sem anestesista mandou ir embora e voltar dia 27/03 segunda feira as 13:30 em jejum,voltaram na segunda como o Doutor havia dito i a mesma historia foi contada nao tem anestesista manda ir embora voltar hoje dia 30/03 as 7h i o que acontece novamente esta sem anestesista mandou ir embora novamente. Ela ja esta com 41 semana por algumas complicações nao pode ter parto normal, agora cade o respeito com o ser humana ???

Estou revoltada , se n tem médico num município manda pra outra cidade .. aonde devo recorrer para fazer a transferência dela pq o hospital nao quer fazer isso”. Disse a internauta Jamile Santos.

Matéria publicada pelo blog Ipirá On Line.