Na tentativa de conseguir aprovar projetos considerados essenciais que foram atrasados por conta das eleições municipais, o governo do presidente Jair Bolsonaro conversa com lideranças do parlamento para cancelar o recesso de janeiro no Congresso Nacional. As informações são do blog da Ana Flor, do G1.

Ainda segundo o blog, entre as propostas que teriam prioridade estão a PEC Emergencial, que viabilizaria a manutenção do teto de gastos já em 2021. O mesmo texto deve ser usado para o governo indicar fontes de recursos para o novo programa social (Renda Cidadã ou Renda Brasil).

Outra matéria que deve ser apreciada só ano que vem é o Orçamento de 2021, que ainda não teve a comissão que vai avaliar o texto instalada.
Redação VN
redacao@varelanoticias.com