O Grêmio já tem conversa aberta com o elenco principal sobre as próximas semanas. Segundo apurou a reportagem, representantes do clube estão negociando com lideranças do grupo de jogadores a possibilidade de antecipação das férias por conta da pandemia do novo coronavírus. O diálogo corre em paralelo ao movimento de clubes brasileiros.

A ideia do Grêmio é antecipar todo o período de férias para abril, contando com a retomada dos jogos em maio e complemento da temporada em dezembro. De acordo com a proposta, metade do valor referente às férias será pago no próximo mês e a outra parte, no final do ano.

A oferta do clube também prevê cenário com redução salarial de até 50% depois do retorno das férias. E ainda abrange a possibilidade de suspensão dos contratos, caso as partidas não sejam retomadas ainda em maio.

A CBF pretende concluir os campeonatos estaduais. Não é descartada uma mudança na fórmula de disputa do Campeonato Brasileiro.

Os jogadores preparam uma contraproposta oficial, mas já informaram o desejo de mudar os termos da proposta.

O elenco principal do Grêmio foi orientado a permanecer em Porto Alegre, com medidas preventivas contra a pandemia de Covid-19. Na última sexta-feira (20), os atletas foram examinados por médicos do clube e receberam dose da vacina contra a gripe.

Na segunda (23), o Grêmio cancelou a reapresentação marcada para terça-feira (24) e anunciou treinos suspensos por tempo indeterminado. É neste intervalo que a negociação vem ocorrendo.

O contato entre diretoria e jogadores ainda leva em consideração outros cenários possíveis, pela incerteza atual do quadro. Com retorno do futebol projetado para maio em visão otimista, a ideia é liberar jogadores em abril e esticar a temporada por algumas semanas em dezembro.

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS)