Grupo de WhatsApp mobiliza moradores e políticos para construção de uma barragem no Rio das Pedras em Serra Preta

Moradores das comunidades localizadas as margens do Rio das Pedras, em Serra Preta, município localizado no território do Jacuípe, se organizaram através de um grupo de WhatsApp, intitulado “Águas do Rio das Pedras”, para mobilização em torno da construção de uma barragem no seu leito.

O rio nasce na fazenda Pedra Branca, limite de Serra Preta com os municípios de Pé de Serra e Ipirá, passando pelas comunidades de Santo Antonio, Peixe, Cabaceira, Boqueirão, Sapateiro e desaguando no Rio Jacuípe na região de Queimadas Grande, no limite de Serra Preta com Feira de Santana, percorrendo um trecho de 30 km. Estima-se que aproximadamente mil famílias residam nestas comunidades.

Este grupo convocou os políticos locais para que convidassem os deputados votados no município para uma reunião na sede da associação comunitária de Santo Antonio na manhã deste domingo, 24. Dos deputados estaduais votados em Serra Preta, 44 conseguiram se eleger (dois terços) e apenas o deputado Alex da Piatã, que obteve 46 votos, correspondente a 0,40% dos votos válidos, compareceu a reunião.
Alex da Piatã teve apenas 46 votos, foi único estadual presente | Foto: Teones Araújo

Em nível federal, entre os eleitos, 33 foram votados em Serra Preta e compareceram ao evento apenas os deputados Leur Lomanto e João Roma ambos do Democratas, que obtiveram 1.334 e 1.255 respectivamente, ficando na segunda e terceira posição na votação nas urnas de Serra Preta. Carlos Geilson também votado mas reeleito participou da reunião e mesmo sem mandato, garantiu participar da luta para concretização da obra e fará isso pela gratidão dos 1.643 votos. obtidos na comunidade.

O deputado Alex da Piatã elogiou a capacidade de mobilização dos organizadores e disse que desde o ano passado vem sabendo deste movimento e que encaminhou o chefe de gabinete Valdemi de Assis para conhecer a região e que já havia tomado algumas providências antes de ir à comunidade, a exemplo da solicitação de uma audiência na Secretaria de Infraestrutura Hídrica para solicitar a presença de técnicos da área para elaboração de um projeto e posteriormente encadear a luta para os recursos.

“É necessário pensarmos em uma perenização deste rio quanto a sua estrutura, localização, famílias beneficiadas, capacidade de armazenamento d’água, enfim, só após o projeto ficaremos sabendo. A reunião com o secretario Leonardo Góes deverá acontecer entre essa e a próxima semana e iremos com a comissão criada pelos moradores”, falou o social democrata.

João Roma obteve 1.255 votos em Serra Preta

O deputado federal João Roma apresentou a proposta que a obra seja construída pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca – DNOCS e um técnico para avaliar essa possibilidade deverá visitar a região na próxima quinta-feira. “Estou feliz em participar desta reunião, saber que esta ferramenta importante, o WhatsApp, foi bem usada nesta mobilização e garanto uma emenda para que esta obra seja construída”, falou o democrata. A mesma garantia de emenda foi feita pelo deputado Leur Lomanto.

Leur Lomanto Jr recebeu em Serra Preta em 2018 – 1334 votos

Leur também citou que tinha na região pessoas que duvidavam da presença dos deputados diante da cultura que “deputado só vai tempo de eleição”. Segundo Leur, essa pessoa que não citou o nome espalhou que iria chover se os deputados fossem a reunião e “de fato choveu e os deputados que querem o bem de Serra Preta estão aqui”, concluiu Lomanto.

Evandro lamentou a ausência do prefeito no evento com representantes do município no estado e na Câmara Federal | Foto: Teones Araújo

O engenheiro e ex-vereador Evandro Figueiredo, mais conhecido por Vando, lamentou a ausência do prefeito Aldinho (PODEMOS). “A Prefeitura é muito importante neste projeto e o prefeito não apareceu para participar da discussão”, externou Vando.

Por Redação CN