A ONG Guerreiros da Paz, entidade sem fins lucrativos, criada pelo ipiraense Ítalo Barreto, com sede no Bairro de Brotas em Salvador, realizou na manhã desta quinta-feira (31) em Ipirá, mais uma entrega de cestas básicas para a população carente da cidade.

Mais uma vez a caravana formada por jovens de várias camadas sociais da capital baiana chegou ao município, fez um levantamento através de informações levantadas e realizou a entrega das cestas, na praça Roberto Cintra ao lado da igreja matriz no centro da cidade.
A equipe foi entrevistada na manhã desta sexta-feira (1º/06) no programa Canal Aberto da Rádio Ipirá AM, onde o idealizador do projeto Ítalo Barreto explicou aos apresentadores Jorge Luiz e Felipe Fister como funciona o trabalho da ONG.

Conheça o trabalho dos Guerreiros da Paz
O PROJETO CRIAR E CRESCER GRUPO GUERREIROS DA PAZ é uma ONG (Organização não Governamental) que realiza atividades de combate à fome e a pobreza, e ainda promove a inclusão social através de programas distribuídos em:

1) Programa Criança na Sede/Escola de Educação Formativa:
Formação de crianças em faixa etária de 03(três) a 13(treze) anos, oferecendo-lhes educação moral, cívica, social, familiar e intelectual além de alimentação, inserindo-as no contexto de mundo mediante a aplicação de atividades lúdicas, didáticas e pedagógicas fundamentadas nos princípios da Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Atualmente são mantidos 60 (sessenta) alunos na Instituição.

2) Inclusão Social dos Moradores de Rua/Sopão:
Distribuição de alimentos, roupas, higiene, primeiros socorros e orientação educacional nas ruas da cidade. O público assistido corresponde a um total de 530(quinhentos e trinta) pessoas em locais variados, que ocorrem às sextas-feiras e todos os Sábados. Além de fornecer o alimento básico tão necessário aos moradores em situação de rua, essa atividade visa também fortalecer a autoestima e amor próprio dessas pessoas onde nos colocamos diretamente ao labor fraterno direcionando atenção, carinho, companheirismo e alegria. Assim incentivamos a força interior de cada um a reverter por se só sua condição a margem da sociedade.

3) Cestas Básicas:
Auxílio às famílias carentes, oferecendo-lhes alimentação básica, extensivo acompanhamento médico pediátrico, clinico, e ginecológico, bem como orientação em educação familiar. Compreende o público assistido o total de 110 (cento e dez) famílias.
É mister a sociedade civil organizar-se em prol da reestruturação dos valores e oportunidades para os seus semelhantes, a fim de diminuir os efeitos negativos que se originam na falência social que se instaurou no cotidiano de todo cidadão. É relevante salientar que sua parte fará a diferença nesse processo regenerativo do Sistema que norteia as bases da humanidade.

Caboronga Notícias com informações de Ítalo Barreto