Há nove anos, Ipirá e região perdia um de seus maiores líderes, Dr Delorme Martins Silva, ex prefeito e médico com mais de 60 anos exercendo a profissão.

Natural de Baixa Grande e criado em Macaúbas, na Chapada Diamantina, Delorme foi líder estudantil em Salvador no período de faculdade, sendo um dos fundadores da UNE – União Nacional dos Estudantes. Concluindo a graduação, muda para Ipirá, sendo eleito prefeito e ajudando eleger outros membros da família. Perseguido político, foi preso duas vezes durante a Ditadura Militar. Desde criança, carregou no sangue o DNA da política, herdado da família Carneiro, família que se destacou na política baiana, elegendo dezenas de prefeitos por várias cidades do estado, deputados, senador e governador.

Em alguns casos, não houve eleição, o poder foi tomado com bravura, sendo possível traçar um paralelo na relação dos Carneiro com Ipirá e com a Bahia. Em 1837, na ainda província da Bahia, no Período Regencial, João Carneiro da Silva Rego revolta-se com o descaso com a província e lidera a República Bahiense, mais conhecida como Sabinada, sendo indicado o primeiro presidente. Com a repressão, a revolta foi sufocada e quatro meses depois chegou ao fim, mas tempos depois, outro membro da família, João Durval Carneiro chega ao poder pelo voto em 1983.

Em Ipirá, quando a cidade ainda era chamada Camisão, em 1920, Joaquim Carneiro de Souza, conhecido como Passarinho, inconformado com a administração municipal tomou a prefeitura da cidade a bala, perdendo o controle na semana seguinte, mas em 1936 chegou ao poder pela via legal, sendo prefeito até 1939, quando faleceu. A cidade volta a ser administrada por um membro da família Carneiro em 1962, quando Delorme é eleito prefeito.

Delorme Martins da Silva, filho de Francisco Martins da Silva e Dagmar Saick da Silva.

Francisco Martins da Silva, filho de Edwigens Tavares da Silva e Quintiliano Martins da Silva.

Edwigens Tavares da Silva, filha do Capitão Francisco José Tavares da Silva Carneiro e Alexandrina da Silva Brito.

Capitão Francisco José Tavares da Silva Carneiro, filho de Ana Maria do Nascimento e do Alferes Francisco José da Silva.

Ana Maria do Nascimento, filha do Capitão João Batista Carneiro e Teodozia Maria de Souza.

Capitão João Batista Carneiro, filho do português Antônio Carneiro da Silva e Ana Maria da Silva ( meus pentavós por linha materna, trisavós do meu avô João Carneiro da Silva “João da Lagoa” e heptavós por linha paterna, pentavós do meu avô Bernardino Souza Almeida “Dino da Caiçara” ).

Texto de Joselito Silva Almeida e imagem do Ipirá Negócio