O esquema investigado pela operação Hidra de Lerna, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (4), teria beneficiado a campanha do governador Rui Costa. A informação foi divulgada pelo jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo.

A operação cumpriu mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Rio de Janeiro e em Salvador – especificamente no diretório baiano do PT, na sede da agência de publicidade Propeg, na sede da empreiteira OAS e na casa do ex-ministro das Cidades e atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Mário Negromonte.

Do Bahia Notícias