segunda-feira, junho 24, 2024

Homem que fingia ser mulher para aliciar crianças é preso pela Polícia Civil

Na manhã desta sexta-feira (26), a Polícia Civil, por meio das equipes do CATI-Sertão da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin) e da Delegacia de Tanquinho, cumpriram mandado de prisão preventiva, de busca e apreensão a um homem acusado de pedofilia.

Segundo a polícia, ele se passava por mulher nas redes sociais e aliciava crianças e adolescentes. Após ganhar intimidade e confiança das vítimas na internet, ele pedia vídeos e fotos de adolescentes nuas. Esses vídeos e fotos, eram vendidos em sites na internet.

Ainda segundo a polícia, durante as buscas, o homem se escondeu no telhado da casa da namorada, mas foi localizado e preso pelos policiais.

Os mandados cumpridos hoje foram expedidos pela Vara Criminal de Santa Bárbara, após investigação da Delegacia de Tanquinho e Inteligência da Polícia Civil de Feira de Santana.

O acusado incidiu nos artigos 240 e 241 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). Conforme o artigo 240, é crime por produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente. A pena é reclusão, de quatro a oito anos, e multa. Já o 241 diz que adquirir, possuir ou armazenar o mesmo tipo de material citado tem como pena o cumprimento de um a quatro anos, e multa.

Acorda Cidade – Foto: Ascom-PC

recentes