Identificado casal que morreu em explosão de fábrica de fogos. Corpos estavam sob escombros

As vítimas da explosão de uma casa de fogos de artifícios, no município baiano de Crisópolis, eram casados. O casal deixa uma filha de 13 anos, que ficou gravemente ferida durante a tragédia e precisou ser internada, no Hospital Geral do Estado (HGE).

O pai da garota, Ebervan Souza Reis, de 49 anos e mãe Fernanda Santana Batista, 35, foram encontrados mortos nos escombros da construção que desabou. Além das duas vítimas fatais, outras 10 ficaram feridas. A explosão aconteceu na tarde de ontem (14). De acordo com informações preliminares, no local tinha clorato, magnésio e enxofre, material utilizado para a fabricação dos fogos. O estabelecimento funcionava de forma ilegal e um dos donos foi preso, que é pai da vítima Ebervan.
Devido ao risco de ainda haver a presença desse material no imóvel, as equipes do 19° Grupamento de Bombeiros Militar realizaram a busca sem usar equipamentos que gerassem centelhas. Em nota, a prefeitura de Crisópolis informou que todos os serviços públicos competentes foram mobilizados para o atendimento das vítimas da explosão.
O prefeito da cidade, Leandro Dantas (PSB), também se manifestou sobre a tragédia. “Deus nos dê forças e continue nos amparando neste momento de tristeza e dor”, disse. // Bahia no Ar.