A explosão dentro de um túnel da linha azul que liga a Avenida Gal Costa a Pinto de Aguiar, em Salvador, nesta quarta-feira (6), já possui duas versões. A reportagem do Bocão News conversou com um engenheiro de segurança do trabalho, que trabalha na obra, relatou o motivo da acidente. O profissional não quis se identificar, mas informou que explosivos foram instalados de forma mal dimensionada no túnel e o tempo para evacuação foi curto, e a explosão teria alcançado as vítimas.

Ainda de acordo com o engenheiro, o local onde são realizadas as explosões deveria ter uma sirene instalada para avisar o momento da explosão, mas não foi vista nenhuma na obra. Os operários não tiveram tempo para sair do local e por isso acabaram feridos.

Uma equipe da reportagem também chegou a ir ao local e conversou com um dos responsáveis pela obra, Raimundo Miranda, que falou sobre o estado de saúde dos cinco operários que sofreram uma intoxicação por causa da fumaça. “Por causa do tempo que eles tiveram para sair do túnel, alguns não conseguiram sair a tempo, mas após um atendimento da nossa própria ambulância, foram encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE) e logo em seguida, voltaram para a obra e continuam trabalhando normalmente agora pela tarde”, informou.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um operário teve uma fratura na clavícula quando correu e, logo após foi socorrido por equipes do Salvar.

Contudo, a versão oficial da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), que realiza a obra, através do Governo do Estado, informou que “foi detectado um foco de fumaça proveniente do compressor de ar”. “A área foi evacuada com rapidez e 06 (seis) funcionários que trabalhavam no local foram encaminhados para atendimento numa unidade de saúde, com suspeita de intoxicação decorrente de inalação de fumaça. As equipes da Conder e da empresa contratada responsável pela execução obra estão averiguando as causas do incidente”, informa a nota.

Por Tony Silva e Juliana Nobre | Fotos: Leitor Bocão News / Vagner Souza